quinta-feira, 12 de agosto de 2010

A Hora das Bruxas Vol 1 e 2 - Anne Rice



  • Editora: Rocco
  • Autor: ANNE RICE 
  • Ano: 1994 (Vol.1) / 1999 (Vol.2) 
  • Número de páginas: 490 (Vol. 1) / 492 (Vol. 2)

    Sinopse: Em A Hora das Bruxas, a autora mais uma vez exorciza seus demônios e fantasmas, narrando a saga de uma família que em quatro séculos vive entre feitiçaria e forças ocultas. A família Mayfair é o ponto central de uma dinastia de bruxos, que cresceu e prosperou dedicando-se à magia negra. Entre os Mayfair, convive-se pacificamente com o incesto, os assassinatos e com o espírito meio divindade celta, meio demônio, chamado Lasher. O romance se desenrola cronologicamente para a frente e para trás, passando por Nova Orleans e São Francisco atuais e deslocando-se até o Haiti ou a um castelo na França de Luis XIV. As bruxas de Anne Rice não pilotam vassouras: são mulheres mafiosas, ocultas sob uma delicadeza fútil. Para elas, a bruxaria é a ciência mais confiável.

Que estamos vivendo numa época onde livros de fantasia têm tomado conta das listas de mais vendidos, isso é fato! Mas muitas pessoas têm se atentado apenas à onda de novos autores do gênero, esquecendo que existem muitos ótimos autores que, pra quem gosta desse tipo de história, deveriam ser leitura obrigatória. Livros de Tolkien, Lewis, Bram Stoker e Anne Rice deveriam figurar na listinha de "Livros que todos que gostam de literatura fantástica devem ler...". Pois eu li os quatro. E é sobre um livro da "rainha" de livros de fantasia e terror, Anne Rice, que eu quero compartilhar minha opinião.

Em 1976 Rice escreveu seu primeiro livro, "Entrevista com o Vampiro", o volume 1 da série "Crônicas Vampirescas". E durante muitos anos foram os famosos vampiros os personagens principais de suas histórias. Em 1990 numa junção do científico e do místico ela resolveu sair um pouco do mundo dos chupadores de sangue. Foi de uma mistura de bruxas, demônio e ciência que ela criou a série das Mayfair. As bruxas Mayfair. E tenho que dizer que tirando o fato de ele ser realmente excelente como eu imaginava, este livro não é nada do que eu estava esperando.
 

"A Hora das Bruxas" apesar de ter sido dividido em 2 volumes é na realidade uma única história. Ela se passa em tempos contemporâneos. Nos primeiros capítulos somos apresentados, sem muitas explicações do por que, a vários personagens.  E eu fiquei me perguntando: "Tá, tudo bem, mas o que eles têm a ver com a história?". Não sei se fui apenas eu, mas foi isso que pensei no começo. Mas ao desenrolar da trama os pontos começam a ser ligados e tudo então passa a fazer sentido. 

Em resumo o livro fala sobre uma família que desde a época da Inquisição era acusada de bruxaria. Ao longo das mais de 1000 páginas que compõem os dois volumes, somos apresentados à todos os membros do clã Mayfair. Desde personagens carismáticos como Katherine e Deirdre, até personagens não muito simpáticos, como Carlotta. Mas o centro de toda história é na realidade a herdeira do clã, Rowan. E ela não irá herdar apenas dinheiro e propriedades. Existe um mistério que envolve a família Mayfair. Um homem. "O HOMEM", como é chamado algumas vezes. Seremos introduzidos a Lasher, o demônio que persegue os Mayfair desde a sua mais antiga descendente, Déborah. E justamente com relação a Lasher que temos o assunto ciência no livro. Mas isso eu não posso explicar, pois tira um pouco da graça pra quem for ler ;)

Mas provavelmente o personagem mais carismático é sem dúvida Michael, que acaba "caindo de pára-quedas" na história das Mayfair, mas desenvolve um papel muito importante na trama.

Eu imaginava um livro mais sombrio. Se você procura algo pra sentir medo, "A Hora das Bruxas" definitivamente não é o seu livro. Mas se você procura um livro de qualidade, bem escrito, com uma trama bem desenvolvida, ai sim, não tenha medo de pegar os dois grossos volumes e se aventurar. 


Anne Rice é extremamente detalhista e eu conseguia visualizar cada pequeno movimento dos personagens enquanto lia. A forma com que ela narra nos faz entrar dentro da história. 

A série das bruxas Mayfair ainda é composta por mais dois livros: Lasher (sim, o demônio Lasher) e Taltos. E não se decepcione quando chegar ao final do segundo volume e descobrir que não há exatamente um desfecho. Pra um final satisfatório você terá que ler "Lasher" (eu ainda não li). Até onde sei "Taltos" já é um pouco independente dos outros livros da série.

Recomendo 100% e estou doida pra ler os dois outros livros e todos os outros de Anne Rice. Ela é ótima e o título de "rainha dos livros de terror e fantasia" não lhe foi dado à toa. 

Até a próxima ;)

8 comentários:

Nádia disse...

Eis uma autora que não conheço, ams cheguei à conclusão de que deveria conhecer.
Terror, fantasia e uma história bem escritas são fatais sobre mim!
Com certeza, Anne Rice está na minha listinha nada modesta de "livros que quero ler".
Beijos minha tutora!

Pah Montanari disse...

Anne Rice é a diva do submundo vampiresco, mas também arrasa em outros temas da literatura fantástica...enfim, você já disse tudo
=*

Anônimo disse...

Estou lendo o segundo volume, é realmente muito bom. Mas não estou acreditando que ela não tem um fim... a neim :/

Anônimo disse...

Sem dúvida os dois primeiros livros da série são de tirar o fôlego. E Anne Rice é tudo isto que acabaste de descrever! Ótima resenha,boas observações. Entretanto,discordo sinceramente quando fala em uma série que não desperta o medo no leitor. Durante minha leitura realizei um pacto com a história. E como resultado, senti medo em muitos momentos.Talvez seja esse o pior defeito do leitor apaixonado por literatura fantástica... ou seja, acaba por acreditar que tudo possa ser possível e fatalmente verdadeiro. Assim, esta é a fala de alguém q está se encaminhando para Lasher... e que espera uma boa leitura recheada pelos segredos que os dois primeiros volumes deixaram!

Vinicius disse...

Eu estou lendo "Lasher" e sem dúvida é o melhor livro da série até o presente momento. Este livro é extremamente esclarecedor de todos os mistérios que até então rondavam a família Mayfair. Vocês que ainda não o leram, irão se surpreender com as revelações a respeito da natureza de Lasher e de sua "invocação".

Anônimo disse...

Eu li os dois volumes a alguns anos atrás e Anne é realmente bem detalhista, você literalmente mergulha e "assiste" a história. Meus livros favoritos!

Ronaldo Gonçalves disse...

É um grande desafio ler este livro, pois demora a engatar. Porém quando as coisas começam a acontecer, vale a pena. Lasher é um personagem esplêndido.

No meu blog também falo de Anne, sobre suas criaturas sobrenaturais. Se quiser dar uma conferida:

http://porquelivronuncaenguica.blogspot.com.br/2015/01/sere-fabulosas-criaturas-concebidas-por.html

† Kass† † Le Ange Noir† disse...

Adorei o artigo :D parabéns

Postar um comentário