quarta-feira, 29 de setembro de 2010

O Silmarillion - J.R.R Tolkien


  • Editora: WMF
  • Autor: J.R.R. TOLKIEN
  • Ano: 1977
  • Número de páginas: 480 
Sinopse: O Silmarillion, relata acontecimentos de uma época muito anterior ao final da Terceira Era, quando ocorreram os grandes eventos narrados em O Senhor dos Anéis. São lendas derivadas de um passado remoto, ligadas às Silmarils, três gemas perfeitas criadas por Fëanor, o mais talentoso dos elfos. Tolkien trabalhou nesses textos ao longo de toda a sua vida, tornando-os veículo e registro de suas reflexões mais profundas. 

Desde que J.R.R Tolkien se tornou absurdamente conhecido graças aos filmes baseados na sua obra "O Senhor dos Anéis", boa parte do mundo leu seus livros. Até pouco tempo atrás eu, vergonhosamente, nunca havia lido. Demorei anos e anos pra me render aos encantos do maravilhoso e mágico mundo de Tolkien.  E logo para iniciar minha viagem pelo seu mundo, escolhi o que grande parte das pessoas chama de 'o seu livro mais complicado e difícil de ler', "O Silmarillion". Motivo de minha escolha foi simples: vamos ler a história pelo começo, certo?

O Silmarillion é como uma introdução pra todas as outras obras de Tolkien. É quase que um manual pra você entender todo o mundo que ele criou. E sim, foi definitivamente um mundo, uma lenda, um folclore. Tolkien não se limitou apenas à escrever um livro. Ele revolucionou o mundo da fantasia nos presenteando com obras tão ricas de detalhes que às vezes é até possível acreditar que tudo que é narrado no livro realmente existe. 

O livro começa narrando como tudo surgiu. Ilúvatar, que seria como um Deus supremo é nosso ponto de partida pra essa viagem fantástica. Eru Ilúvatar criou os Valar, ou também chamados Ainur, que eram espíritos. Harmoniosamente todos os Valar cantavam juntos, porém um deles, Melkor provocou uma dissonância, pois ele queria fazer uma música própria. Daí pra frente Melkor se destacou como o grande vilão, também chamado de Morgoth (Sauron, o vilão de 'O Senhor dos Anéis' era o mais fiel seguidor de Morgoth).
Somos apresentados aos elfos, aos homens, aos anões, orcs, trolls e a todas as criaturas do mundo de Tolkien. Boa parte do livro é de guerras. Muitas histórias são narradas, e a que mais gostei foi a  'de Beren e Luthién', capítulo 19 do livro, que narra o amor dos dois. E olha que eu não sou nem um pouco chegada em histórias de amor, porém essa realmente me encantou. E ao final, é claro, é explicado como surgiram os Anéis do Poder.

Confesso que não é dos mais fáceis de ler. São muitos nomes, muitos lugares que, se não fosse pelo glossário no final, dificilmente seria possível entender alguma coisa. Independente disso, O Silmarillion é definitivamente uma obra única, encantadora e poética.

Pra quem gosta de fantasia e principalmente pros que gostaram de 'O Senhor dos Anéis', O Silmarillion é leitura mais que obrigatória. Pode ser um livro cansativo às vezes, mas você não vai se arrepender. Desculpem não ter descrito muitos detalhes,  mas além de ter lido há alguns meses e não me recordar extremamente bem de tudo, o livro possui detalhes DEMAIS e fica difícil escolher apenas alguns pra falar.

Agora estou lendo "O Hobbit" e estou adorando. Em breve comentários sobre ele aqui também. 

Até a próxima ;)

8 comentários:

Leonardo Mendes disse...

Estou bem no começo do livro, meu tempo está curtíssimo, mas estou vendo muita similaridade da criação do mundo de Tolkien com a própria Bíblia. A dualidade de Deus x Lúcifer e Ilúvatar x Melkor me parece evidente.
Apesar da leitura ser pesada como você disse (passo mais tempo lendo os apêndices do que o livro propriamente tido,rs), estou fascinado com a escrita do autor.
Quando terminar, o que deve demorar um pouquinho, venho aqui dar meu parecer final do livro.
Brigado Marina.
bju

Alex disse...

Nesta segunda-feira foi à biblioteca e tive em mãos “A Sociedade do Anel”, quase retirei para ler, mas deixei pra próxima. Li, do senhor Tolkien, apenas “O Retorno do Rei”, achei interessante. Quero um dia poder ler todas as páginas do colossal “Senhor dos Anéis”. E desconhecia este livro “O Silmarillion”, que pareceu-me intrigante. Há, sem dúvida, semelhança com o mito da criação descrito na Bíblia, que por sua vez também há semelhança com outros mitos sobre criação em outros livros. Ótima resenha.

Abraços.

Caline disse...

Olá Marina, tudo bem? Os livros de Tolkien não fazem realmente o meu estilo. Meu namorado tem a coleção completa, já tentei ler mas não deu mesmo, meu tipo de leitura é outro. Lendo sua postagem o livro até me desperta um certo interesse, mas não acredito que me arrisque a ler de novo.

Até...

Lucas disse...

Ola, tenho a coleçao completa do tolkien, porem pela falta de tempo nao posso ler ultimamente. Assiti a trilogia do Senhor dos Aneis e gostei muito, mas infelizmente sempre tive base no argumento alheio que diz que os livros do Tolkien "sao muito dificeis de ler graças aos detalhes". Foi uma oportunidade unica, os 5 livros sairam muito baratos, nao pude deixar de comprar. Me senti muito interessado em ler todos os livros do tolkien apos analisar o post, mas nao vou fazer previsoes pra este ano ainda, pois ja tenho uma lista consideravel pra ler.

Parabens pelo blog amor, tem um conteudo de dar inveja e um design perfeito, voce se supera a cada dia

amo voce muito, continue assim

bjos

♥♥♥ Eder disse...

marina, meu deus, vc pensou igual eu, hj eu to indo comprar o silmarilion, me deu uma vontade enorme de ler os livros do tolkien, terminei de ler todos os Harry Potter, li os Percy Jackson, e resolvi começar o Senhor dos Aneis pelo O Silmarilion...
Ahhh que medo desses "Dificil de ler" hahaha...
Mas vou tentar...
Beijos.

♥♥♥ Eder disse...

poutz,,,,,,, o silmarillion é terrivel de ler cruzes credo ja o hobbit e a trilogia o senhor dos aneis foram otimos de ler so muito serio sem partes engraçadas que nem opercy q é divertido de ler ... gostei do hobbit e do senhor dos aneis os tres mas o silmarillion é suicidio...

Anônimo disse...

Poxa!!!
Que interessante, também estou lendo o Silmarillion, afinal 19 anos nas costas é melhor começar a juntar as histórias pra contar aos meus netos.
Marina!
Garota genial.Concordo plenamente quando é dito: "Uma obra difícil de se ler", mas essa obra do Tio Tolkien(Com todo respeito claro!)merece esse esforço e quem ganha? Claro que sempre somos nós!
Abraço a Você Marina e aos demais que estão na batalha de ler O Silmarillion.

Anônimo disse...

Otima materia pena que errou ao dizer que Sauron e Melkor sao a mesma entidade.

Postar um comentário