domingo, 9 de setembro de 2012

Cruzando Livros, por Lais Ribeiro

Olá pessoal. 
A partir de hoje começarei a postar as produções dos participantes do Clube do Livro que leva o mesmo nome deste humilde blog (Outra Xícara Por Favor...). Pra explicar melhor, a cada trimestre fazemos uma reunião no clube para mostrarmos nossas produções próprias pro resto do pessoal poder dar uma opinião. Fizemos essa reunião ontem e foi realmente muito boa! Posso dizer com toda certeza que todos os membros do clube levam jeito pra escrever!!

Hoje, o texto é da Lais Ribeiro! 


***********************************************************************************
Cruzando livros


Se houver amanhã
Não gostaria de estar Em seu lugar
De frente para A cadeira Vazia
Cego
Enquanto A noite das Bruxas tem inicio

Você era O poeta
O iluminado
A pessoa com quem eu poderia contar Para Sempre
Mas caiu na Cilada do amor
Acredite em mim, ela não se importa, Ela só pensa em dinheiro

Não sei mais o que pensar, muito menos o que dizer
Antes estávamos juntos na Rota 66, na Ilha de Verão
Hoje sou um anjo caído, que vive na Ilha do medo
Me sinto como se estivesse entre Duas Torres, no meio dos Jogos Vorazes
Enquanto você se diverte com ela no O Solar de Tia Harriet, nosso solar

No que ela é melhor do que eu?
Ela acha que O morro dos Ventos Uivantes é mórbido demais
Abandonou A Menina que Roubava livros por ser triste demais
Odeia Capitães da Areia que é seu livro favorito
Acha que Tráfico de Anjos é baseado em uma novela

Enfim, não entendo como pode preferir ela a mim
Juntos lemos e choramos com Harry Potter e as Relíquias da morte
Vibramos com Artemis Fowl e o Paradoxo do Tempo
Fizemos A Sociedade do Anel que permaneceu firme até O Retorno do Rei
Em poucas horas descobrimos O segredo dos sinais mágicos

Conte-me seus sonhos com A garota americana e o porquê não estou neles
Aposto que pra você ela é uma Penelope, uma Marina Marina ou até uma Iracema
Se abrir os olhos verá que ela é como A maldição do Titã
Com um P de perigo no sorriso
Ela está Quase pronta pra destruir seu coração, usá-lo de palco para um Sapateado

O que falta pra isso acontecer?
Um ponto de Impacto
Um código explosivo
Uma reação em cadeia
Adiantaria te dizer: “Não confie em ninguém”?

Me pergunto tantas coisas sobre nós...
Foi Um Capricho dos deuses ter te conhecido?
Poderia ter evitado a Quebra de Confiança?
Quando exatamente você se tornou um Frankestein para mim?
Seremos para sempre Amigos Inimigos?

Ouço sua voz, vinda dos tempos antigos,
“Desenrola essas Vastas emoções e pensamentos imperfeitos...”
Mas do que nunca desejo que exista uma Justiça Secreta
E sabe só o que mais eu quero, preciso te dizer, mas que só O Diário irá saber?
Te amo, te odeio, sinto tua falta.

Por Lais Ribeiro, apresentado ao Clube do Livro no dia 08/09/2012

3 comentários:

Nádia Godoy disse...

Eu não fui à reunião, por tanto farei meu comentário aqui... ficou incrível!! Eu mesma nunca teria capacidade para fazer algo assim.
Parabéns Lais! Parabéns pela enorme criatividade!

silvana de sousa risther disse...

Adorei!! Voce deveria pensar seriamente em escrever um livro.

Kel disse...

Adorei. A ideia é espectacular, e o resultado ficou à vista.
Parabéns :)

Postar um comentário